Influenza: como a vacina pode proteger você e sua família

3 de abril de 2022


Ilustração

Vírus causador da gripe pode acarretar casos graves e até morte em crianças, idosos, gestantes e pessoas com comprometimento da saúde

Você provavelmente já ouviu falar sobre o vírus influenza. Ele é o responsável por causar uma infecção, comumente conhecida como gripe, uma das viroses mais frequentes no mundo. Na correria do dia a dia é super comum ouvir pessoas comentarem que estão gripadas e apresentarem alguns sintomas como tosse, mal-estar, coriza, dentre outros. Parece que o problema está mesmo inserido na rotina das pessoas de tal forma que, quase não há espanto, ao ouvir que alguém próximo está gripado (a). 

Porém, o que parece algo trivial, um simples resfriado, pode se tornar num grave problema. Isso porque cada organismo tem a sua particularidade e cada pessoa responde de uma forma única à doença. Já pensou você passar esse vírus para uma pessoa que pode apresentar um quadro mais severo da doença? Bem ruim, né? É por isso que vacinar é um ato de autocuidado e, ao mesmo tempo, de responsabilidade social. E nós estamos aqui para lhe ajudar a entender mais sobre a gripe, seus sintomas, causas e, claro, explicar como a vacina pode proteger você e sua família. 

Quais os sintomas e consequências da gripe?

Febre, calafrios, tremores, dores de cabeça, dores pelo corpo, perda de apetite, tosse, dor de garganta e coriza. Segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIM), a gripe, causada pelo vírus influenza, atinge de 5% a 10% dos adultos e de 20% a 20% das crianças ao redor do mundo. 

A infecção, que muitas vezes é tida como simples e rotineira, pode provocar hospitalização e morte, sobretudo de pessoas muito jovens, idosas e aquelas com doenças crônicas. Ainda segundo a SBIM, acredita-se que todas as epidemias anuais de gripe sazonal, ou seja, de períodos específicos, alcancem, cerca de 3 a 5 milhões de casos graves da doença e na morte de aproximadamente 250 mil a 500 mil pessoas.

Como ocorre a transmissão do vírus da gripe (influenza)?

Um simples espirro pode ser responsável pela transmissão do vírus influenza para muitas pessoas. Como? Quando uma pessoa espirra, libera por volta de 40 mil gotículas de saliva pelo ar. Imagine essas gotinhas contaminadas acomodadas em objetos, indo em direção a você e tendo acesso a sua boca, nariz e olhos. Por isso a importância da ventilação nos ambientes, da lavagem de mãos e dos cuidados quando uma pessoa está gripada. Por esse motivo também, é importante que todos os membros da família estejam vacinados. Principalmente quando chega um bebê em casa, pois ele só poderá tomar sua primeira dose a partir dos seis meses, dependente dos cuidados dos adultos a sua volta, que devem estar imunizados. Também segundo a SBIM, os bebês que nascem de mamães vacinadas durante a gestação herdam os anticorpos que permanecem por alguns meses após o nascimento.

Nem tudo está perdido. Temos boas notícias!

A boa notícia é que a gripe pode ser prevenida por meio da vacina. Em abril, começa a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Esse será o momento para você e toda a sua família colocar o cartão de vacinas em dias e ficar todo mundo imunizado e saudável. 

Quando você toma  a vacina contra a gripe, além de se proteger, também evita a transmissão do vírus para as pessoas que estão a sua volta. A gripe pode provocar diversas complicações, sobretudo em crianças pequenas, pessoas idosas, gestantes e pessoas com comprometimento da saúde, como portadores de doenças respiratórias, cardiopatas, diabéticos, hepatopatias e imunossuprimidos.

Revacinação é fundamental

Você deve estar se perguntando se precisa tomar a vacina novamente, já que recebeu a imunização do ano passado, né? Mas saiba que a revacinação anual é fundamental e vamos explicar os motivos:

1 – a proteção que a vacina oferece cai progressivamente quatro a seis meses depois da aplicação;

2 – os subgrupos de influenza circulantes variam, por isso,  a vacina deste ano (2022) é atualizada contra os novos subtipos. O vírus está sempre se atualizando,  fique esperto (a) e atualize seu calendário vacinal.

Existem mais de um tipo de vírus influenza, causadores da gripe. Eles são classificados em subtipos como A e B. Dentro do subtipo A estão os dois tipos que mais circulam entre os seres humanos, sendo:  A(H1N1), A(H3N2). No B entram as duas linhagens Victoria e Yamagata. 

Todos os anos a composição da vacina contra a gripe precisa passar por uma revisão, conforme os tipos de vírus influenza que mais circularam pelos hemisférios Norte e Sul. É aí que entra o trabalho da Organização Mundial da Saúde (OMS), responsável pela tarefa de definir a fórmula da vacina.

No mês de setembro, a OMS passa essas informações aos fabricantes das vacinas do Hemisfério Sul, que começam a produzi-las dentro de um período de seis meses. O objetivo é vacinar as pessoas antes dos meses de maior circulação dos vírus, que coincidem com o inverno. Portanto, como o período de inverno no Brasil inicia em junho, entre março e abril, a previsão é que a vacina já esteja disponível.

Como funciona a vacinação da gripe aqui na VMais Vacinas

Na VMais, você pode manter toda a sua família protegida contra a gripe. A vacina utilizada por aqui é a Tetra 2022, dos laboratórios GSK e Sanofi. Ela é indicada para a profilaxia da influenza sendo recomendada para crianças a partir de seis meses e adultos sem limite de idade. A vacina contém o vírus inativado e não oferece nenhum risco de contaminação. 

Pensando no seu conforto, podemos lhe atender na sua casa para imunizar toda a família, ou você pode agendar o melhor horário para atualizar a carteira de vacinação. Nossa estrutura conta com espaços para crianças e adultos, buscando promover a melhor experiência no momento de proteger e cuidar de você e de sua família.

Nossa equipe técnica está sempre disposta a te atender e esclarecer dúvidas. Proteja sua família! 


Compartilhe: